25 de out de 2010

24 de out de 2010

Dilma 13 avó...

Nuvem - Engenheiros do Hawaii


"a vida não pode ser um contagotas na tua mão
chuva que não chove...sol que não sai
a vida não pode ser medida com precisão
motor que não se move...nuvem que não se vai"


15 de out de 2010

O PSOL é contra o #serramilcaras!!!

PSOL definiu sua posição: Combater Serra e "liberar" seus militantes e simpatizantes para duas posições: voto nulo ou voto crítico em Dilma.

Minhas humildes observações:

1 - Coerentemente, o PSOL entendeu que existem diferenças entre as duas candidaturas. Serra ajudou muito nisso, colocando toda a turma da ditadura e de grupos de extrema direita em sua campanha. Mas... tem maluco ultra-esquerdista que ainda propaga que "são a mesma
coisa". O PSOL felizmente se diferenciou dessa loucura irresponsável.

2 - Com lucidez (e aqui foi onde mais me impressionei positivamente) o PSOL adotou uma dupla posição.... Não é simplesmente que o partido esteja rachado (dividido) e tenha um acordo público de duas posições distintas que existem no interior. Mais do que isso... aqui, o PSOL admite, nas entrelinhas, metodologicamente, que numa determinada conjuntura podem existir duas posições igualmente respeitáveis. Ora.... tem seita esquisita na extrema esquerda que nunca vai entender isso... ou é "a", ou "b", ou "c" e quem pensar diferente da "letra" que escolheram, tratam como inimigos.

Bem... o PSOL não é um "novo partido" porque não é mais um "partido novo". Já tem 3 eleições presidenciais e muita atuação política para trás.... Já errou muito e foi criticado. Agora, em 2010 teve vários acertos e também merece a crítica positiva. As minhas divergências não superam o meu respeito. E o Chico Alencar... é uma baita referência.

Depois eu fico com raiva de novo e faço cara feia... mas hoje quero mandar um abraço para toda a militância do PSOL.
.

Em tempo, quero estender o abraço aos camaradas do PCB. Não gosto de forma alguma da analise de conjuntura feita pelo partido, mas fico feliz que também enfatizem o combate ao Serra e as diferenças existentes entre os dois projetos em disputa neste segundo turno.


8 de out de 2010

Pedro na Encruzilhada

O valoroso companheiro Pedro Ivo está numa encruzilhada. Não só ele, mas todo o grupo de militantes de esquerda históricos que acompanhou Marina Silva na saída do PT e na sua campanha eleitoral pelo PV. Não são muitas pessoas, mas tem peso social relevante.

Quando chegar o reveillon (momento que fazemos aquele velho balanço do ano), essas pessoas terão passado pelo olho do furação, estando, então, felizes ou decepcionadas.. ou tb (deus nos livre) envergonhadas, dependendo do desenrolar dos próximos dias. Vejamos:

1 Se Marina apoiar Dilma e ela vencer:
Eles serão aqueles que ousaram e foram vitoriosos. Impuseram sua pauta, sua agenda, seu programa... ao povo brasileiro, à Dilma e ao próximo governo. [grande possibilidade]

2 Se Marina não apoiar ninguém e Dilma vencer:
Eles serão aqueles que colocaram o projeto democrático popular em risco e depois deram as costas. Serão vistos no interior da esquerda como irresponsáveis... que não tem compromisso com o conjunto da esquerda. Continuarão sentindo-se, porém, "acima" da disputa ocorrida, com auto-estima elevada [possível]

3 Se Marina apoiar Serra e Dilma vencer:
Crise total. Representaria o fracasso completo da estratégia inicial do grupo. Ocorreria uma desagregação. [possível, mas pouco provável]

4 Se Marina apoiar Dilma e o Serra vencer:
Crise. A culpa da derrota seria diluída com outros fatores próprios da campanha no segundo turno, mas sempre vai ficar a mágoa de que Marina, provocando o segundo turno, conduziu o povo à derrota. [possível, mas pouco provável]

5 Se Marina apoiar Serra e ele vencer:
O projeto ideológico inicial fracassara, tendo sua força acumulada servido apenas aos interesses dos setores conservadores do PV... que irão satisfeitos compor o governo tucano. Pedro Ivo e os demais romperiam e... desanimados, passariam um péssimo reveillon. [improvável]

Bem... espero que ocorra a opção 1 e todos fiquemos felizes... Dilma na presidência, Lula com tempo para projetos novos, Marina com moral elevado, povo com bucho cheio (e mais oportunidades), Tasso brincando com os netos, Serra e FHC dando palestras.... uma maravilha.

Então, meus camaradas Pedro Ivo e toda a turma... "se garantam" para evitar as demais possibilidades... cuidado com a "turma do mal" do PV e boa sorte...

E eu já vou dormir (03:44) que amanhã é sábado de campanha... e eu não posso ficar aqui só de analista amador... sou militante e tenho que ir pra rua...

Grande abraço...



4 de out de 2010

DOIS PROJETOS DE PAÍS

O governo do PSDB trouxe mais desemprego e miséria ao Brasil.

O governo Lula gerou 14 milhões de empregos, aumentou o poder de compra do salário mínimo, levou milhões de pessoas à "classe média" e, o melhor, reduziu em 50% a quantidade de pessoas em extrema pobreza. Fiz questão de desenhar um gráfico:


E ainda tem gente maluca que diz que "tanto faz". Que "é a mesma coisa".
Não amigo. Comer e "não comer" são coisas diferentes.