14 de jan de 2011

Paranjana acabou....

Hoje teve fim a famosa linha "Paranjana" na capital alencarina... este email é para se divertirem um pouco com as pérolas que sairam no Twitter. (sei que poucos dessa lista conhecem a linha de ônibus mais famosa depois do “grande circular” da década de 70-80 em Fortaleza..., mas por se tratar de assunto de interesse público, aí vai...hehehe) .

1) “A maioria do meus anticorpos consegui no Paranjana.”
2) “Foi uma coisa de outro mundo. 1ª vez que eu levitei!!!”
3) “Os 300 de Esparta foram até Termophilas em um só Paranjana.”
4) “Quando conseguia assento no Paranjana não sentava. Me ajoelhava para agradecer a graça alcançada!!!”
5) “Paranjana foi praticamente a 1ª rede social de Fortaleza... Todo mundo se conhecia ali...”
6) “Maiores mentiras da humanidade: “Nem Deus afunda o Titanic”, “o 3º reich durará mil anos”, “eu peguei um Paranjana vazio.””
7) “Cliquei em #paranjanafacts e apareceu ‘Twitter is over capacity’. Coincidência?”
8) “Ao ver o número 041 se aproximando, o passageiro já vai se alongando...”
9) “Uma vez eu peguei o Paranjana tão lotado que o motorista ia em pé e o trocador vinha atrás de mototáxi.”
10) “Estar sentado na última cadeira e o motorista acelerar na subidinha da ponte do rio Cocó, só pra te fazer voar.”
11) “Paranjana 1 e 2,os únicos conversíveis que andei. Andava só com os pés e as mãos dentro do ônibus, pendurado na porta...”
12) “Capitão Nascimento perdeu a moral no Paranjana. Seu famoso “Pede pra sair” não surtiu efeito algum.”
13) “Definição da palavra Ilusão: “Pegar o Paranjana no terminal da Lagoa pra descer na Parangaba”.”
14) “Depois do slogan da Ortobom, só vale pro Paranjana: 1/3 da sua vida você passa sobre ele.”
15) “Dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço: até Newton foi derrubado pelo Paranjana.”
16) “Velocidade Máxima só não foi filmado no Paranjana porque se não o filme teria umas 8 horas de duração.”
17) “Depois que conheci o Paranjana, nunca mais comi sardinha em lata. São como irmãs pra mim.”

Obs. Autor desconhecido.

8 de jan de 2011

Doenças e sintomas do Nordeste

Dotô, tô sintino de uma vez só qui tô...

Com a ispinhela caída, dor nos quartos, pé dismintido, moleira mole, quebranto, tosse de cachorro, dor no estrombo, farnizim no juizo, passamento, cachingando, cum pereba e curuba, gastura e maria preta, dor no pé da barriga, dando uma pilôra, estalicido, cum coceira nas viria, bicho de pé, empachado e com fastio ao mesmo tempo, cum dor no espinhaço, bucho quebrado, dentiquêro dueno, calo seco, unha fofa, chei de papoquinha e berruga, cum corpo muído, dente pôdi, môco duzuvido, cum pá quebrada, caduquice, vista cansada, os quarto arriado, papêra discida pruzovo, doença dos nervo, ombro dismintido, queima no estombo, juízo incriziado, frervião e esmolecimento no corpo, todo desenchavido e cum pito frouxo, iscuricimento de vista, rachadura nos pé, papoca roxa, os peito aberto, chei de lêndea, cobreiro dando a volta no buxo, gôgo, chei de boqueira e calombo, cum dormência numa banda do corpo, zôvo virado, cansaço no coração, juêi dismantelado, zóio nuviado, cum vazamento (caganeira) e intupido (dias sem obrar) ao mesmo tempo, já danu nó nas tripa, cum soluço e fígado ofendido, as vêia quebrada, o chaboque do joêi arrancado, o vento caído, fraco dos nervo, esporão de galo, dor nas costas que responde na perna, papoca d'água, dor nas tábua dos queixo, dor nas cruz, dor nos brugumi, mal jeito no espinhaço, intalo, toda intanguida, ruçara, dor na junta, esquentamento, cum solitária no buxo e já caraôizim...