8 de ago de 2011

Luta de Gerações

Londres - semana de chamas

Choque de Gerações

Guardem seus conselhos. Não precisamos deles!
Esqueçam seu espírito protetor. Ele nos enjoa!
O belo salão que para nós preparam. Que fique vazio!
Seu extinto materno. Guardem. Já não somos mais crianças!

É isso! Sintam a ameaça!
Repitam: Que somos problema, doença, contradição.

Somos o problema que não sabem solucionar;
A doença que não podem curar;
A contradição que não conseguem explicar.

Somos vossos antagonistas!
Desculpem, não foi nossa escolha.

Somos apenas a resistência:
À hipocrisia, ao racionalismo, ao objetivismo, à desistência!!!
Somos o que vocês chamam de:
Delinqüência, radicalismo, boemia...
Do alto de suas nojentas décadas de experiência.

Façam suas moções. Acusem-nos.
De violentos. Enquanto maqueiam sua alma fascista!
De promíscuos. Ao disfarçarem seu falso puritanismo!
De radicais. Ao propagandearem seu banal reformismo!

E agora...Tremam.
A trégua acabou!

Assistam.
Faremos seu mundo em pedaços!

Tudo que organizaram... destruiremos, sem dó!
Tudo que acreditaram... roubaremos o sentido!
E de tudo que jamais imaginaram...
Faremos o novo inconvenientemente emergir!

Construiremos um mundo que os nega.
Que não entendem.
Que os faz passado.

Desculpem-nos, não foi nossa escolha.
É que somos... Juventude

Afonso, dez 2002