25 de jun de 2010

Janaína Dutra

Na foto, uma pessoa de muita coragem. Fiz questão de postar aqui minha homenagem à Janaína Dutra, pela ocasião da parada pela diversidade sexual que ocorrerá domingo.

Pena que não tive oportunidade de assistir nenhuma palestra dela. Lembro apenas de tê-la visto uma vez na Câmara de Vereadores, onde visitava os gabinetes do Ver. Durval Ferraz e da Ver. Luizianne Lins, ambos do PT.

Formou-se em direito pela UFC (o sistema educacional preconceituoso e excludente não conseguiu fazê-la desistir) e advogou as causas mais justas.

Pasmos, os juízes reacionários tiveram de receber em audiências a pessoa batizada de Jaime César Dutra Sampaio, vestida e maquiada.

Janaína protagonizou, com outros heróis ainda vivos, a criação do movimento pela livre orientação sexual no Ceará e certamente já faz parte da nossa História.

Segue trecho de um texto dela: “A relação conflituosa e preconceituosa do homem moderno com a homossexualidade tem como pilar as três instituições que fundamentam a nossa sociedade: o Estado, a Igreja e a Família. Um bom exemplo da dificuldade de diálogo com o Estado pode ser encontrado na própria Constituição Brasileira, em seu artigo 15, que versa sobre as garantias e direitos individuais. O artigo afirma que todos somos iguais perante a lei, sem nenhum tipo de discriminação de cor, sexo e credo religioso, no entanto, quando analisamos as relações sociais notamos uma distinção na classificação dos cidadãos. Todos os que fogem do padrão heterossexista dessa sociedade, que tem como elemento legítimo o homem, de pele branca, com uma boa conta bancária, sofrem algum tipo de discriminação”.

Minha sincera homenagem.
.

Nenhum comentário: