6 de dez de 2009

O Poder do Estado

Ontem, estive no Museu Histórico Nacional... Em cada sala tive o mesmo pensamento... vendo todas armas, roupas, moedas, telas e medalhas dos século passado: de que o Estado imperial não descansou um minuto sequer na imposição de sua força através da violência e da "legitimidade" de seus símbolos. Como se apenas eu pudesse enxergar a Matrix... ví cada objeto como um pequeno pedaço de uma força impositiva, imperial, que subjulgou multidões.

As fotos não ficaram muito boas... mas lá vão algumas:
Na sequencia: Armas - Tela exaltando Guerra do Paraguai - Canhões - Carruagem de Luxo da Corte - Moeda - Medalhas de Honra

Um comentário:

Rafael Chaves disse...

Camarada Afonso! Show de bola sua narrativa...